A “Hora Dourada”

Publicado por admin em

Recém nascido em sua "hora dourada"

A "Hora Dourada"

A primeira hora de vida do bebê é tão importante para seu futuro que é conhecida como hora dourada, ou hora de ouro. Durante esse período, o contato pele a pele com a mãe deve ser estimulado logo após o parto, pois traz inúmeros benefícios para a dupla mamãe-bebê, segundo a Organização Mundial da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria.

breastfeeding-newborn-si-660x440-1 A "Hora Dourada"

Benefícios para o bebê

  • Quando nasce, o bebê passa por uma brusca mudança de temperatura, do útero quentinho da mãe para, na maioria das vezes, o quarto frio de um hospital. Dessa forma, o contato pele a pele o ajuda a sentir o calor do corpo da mãe, evitando assim, possíveis quadros de hipotermia.
  • No contato, o bebê sente o cheiro da mãe, sente seu calor, aumentando e fortificando o vínculo afetivo entre os dois.
  • Regula os batimentos cardíacos, ajudando a diminuir o choro e o estresse.
  • Melhora a imunidade, diminuindo as chances de possíveis alergias futuras.

Benefícios para a mãe:

  • Reduz os índices de depressão pós-parto
  • Ajuda a controlar a pressão arterial
  • Diminui os riscos de hemorragia pós-parto
  • Auxilia na diminuição do peso materno
  • Reduz as chances de hipoglicemia (glicose baixa)

Benefícios da hora dourada:

  • Mesmo que o bebê não consiga mamar, a proximidade, a busca e as tentativas de sugar desencadeiam a liberação do hormônio prolactina, cuja principal função é estimular a produção de leite pelas glândulas mamárias.
  • A ocitocina, mais conhecida como hormônio do amor, é liberada no corpo da mãe após a sucção do recém-nascido. Dessa forma, ajuda na contração do útero e facilita o nascimento da placenta.

Vale lembrar que esse contato é ainda mais importante para bebês que nasceram por cesárea, pois não tiveram a chance de passar pelas bactérias da flora vaginal e perianal da mãe. Portanto, se for confirmado que está tudo bem com a mãe e com o filho, o pequeno deve ir diretamente para o colo da mãe enquanto a cirurgia continua.

Se interessou pelo assunto?

Se profissionalize e/ou tenha o acompanhamento de uma doula